Google+

domingo, 26 de agosto de 2012

Caldo de Mocotó

O Caldo de mocotó é um alimento forte e bastante saboroso. Bom para ser consumido no inverno. Muito popular em Minas Gerais.

Ingredientes:
1 mocotó serrado em rodelas
1 cravo-da-índia
2 dentes de alho picados
8 xícaras (chá) de água
1/2 xícara (chá) de cebola bem picada
2 tomates sem pele e sem sementes
2 folhas de louro
1/2 pimenta dedo-de-moça picada
3 colheres (sopa) de azeite
folhinas de coentro
2 colheres (sopa) de salsinha picada
1 colher (sopa) de cebolinha picada
sal a gosto
Modo de fazer:
Lave muito bem o mocotó, de preferência com uma escova. Coloque o azeite numa panela de pressão e aqueça. Acrescente o mocotó, dê uma ligeira refogada, cubra com a água, adicione as folhas de louro e o cravo. Deixe ferver, sem tampar a panela. Com uma escumadeira, remova a espuma que se formar na superfície.
Quando tiver eliminado toda a espuma, acrescente todos os outros temperos, inclusive o sal (pouco sal). Tampe a panela e cozinhe em pressão por aproximadamente 1 hora.
Retire do fogo, deixe esfriar para eliminar a pressão. Abra a panela. Decarte a folha de louro e o cravo. Verifique se o mocotó está bem macio. Se não tiver, volte com ele ao fogo. Quando a carne estiver bem macia, soltando do osso, retire os pedaços de mocotó da panela, separe a carne do osso. Descarte os ossos. Pique a carne e volte com ela para a panela. Leve ao fogo baixo novamente e ferva durante 20 minutos.
Acerte o ponto do sal. Coloque nas canequinhas ou em pratos fundos, salpique salsinha e cebolinha picadas e sirva quente.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Bolinhos de Peixe


INGREDIENTES:
2 xícaras de peixe cozido e desfiado
2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
1/2 xícara (chá) de cebola picada
4 batatas amassadas
2 ovos levemente batidos
1 colher (sopa) de salsa picada
Sal e pimenta do reino a gosto
1 colher de farinha de trigo
Óleo para fritar
Modo de Fazer:
Doure a cebola na manteiga,  acrescente o peixe desfiado e mexa ligeiramente. Desligue o fogo e acrescente as batatas amassadas o sal, e a pimenta do reino. Misture bem até ficar morno. Acrescente o ovo e a farinha de trigo e mexa novamente. Adicione a salsa picada. A massa fica com uma consistência mais mole (não dá para enrolar com as mãos. Utilize duas colheres e formate os bolinhos com elas, passando a massa de uma colher para a outra. Frite em óleo quente até ficar dourado.
Sirva os bolinhos com rodelas de limão.
Dica: Se ao fritar, seus bolinhos começarem a ficar encharcados de óleo, acrescente um pouquinho de vinagre à massa.

Segredinhos sobre Congelamento

 Segredinhos de Congelamento

Congele, mas Preserve o Sabor e a Qualidade:
No dia a dia, ter alimentos congelados no freezer poupa tempo, trabalho e dinheiro. Siga algumas regras para aproveitar ao máximo esse recurso mantendo a qualidade e o sabor dos alimentos.

Ao Congelar
  • Todo alimento a ser preparado deve estar fresco;
  • Alimentos cozidos conservam-se congelados por mais tempo em melhores condições;
  • Evite alimentos que contenham gordura, muito sal ou muito condimento;
  • Quanto menor a quantidade de água nos alimentos melhor o resultado do congelamento;
  • Nunca embale produtos que ainda estejam quentes ou mornos;
  • Coloque os pratos quentes prontos, ou as panelas, sobre pedras de gelo para esfriarem rapidamente, pois quanto menor for o tempo de resfriamento mais saudável permanecerá o prato congelado;
  • Utilize embalagens exclusivas para congelamento. Elas podem ser de plástico transparente, papel alumínio ou PVC. Quanto menores a porção e a embalagem, mais fácil e rápido será o descongelamento;
  • Retire todo o ar de dentro da embalagem do prato a ser congelado. Criar uma condição de vácuo favorece a qualidade do congelamento;
  • Armazene os alimentos em pequenas porções. São mais fáceis de serem descongeladas;
  • Evite congelar alimentos em blocos ou em recipientes muito volumosos, principalmente na altura, pois dessa maneira o centro do alimento demora a atingir a temperatura ideal e pode ser deteriorada;
  • Não coloque o alimento diretamente no freezer se ainda estiver quente. Espere esfriar, ou preferencialmente dê um choque térmico. Por exemplo: cozinhe cenouras cortadas em rodelas e, assim que estiverem no ponto, escorra e coloque-as em uma tigela com água e gelo. Escorra novamente e embale para congelamento;
  • Etiquete tudo aquilo que será congelado, escrevendo na etiqueta o que contém  o recipiente e a data de congelamento;
  • Por melhores que sejam as condições decongelamento, 180 dias são o limite para que o alimento se mantenha em bom estado. Só conserve alimento por mais tempo se houver indicação para isso no próprio produto.
  • Caso vá congelar determinada receita em vidros, não tampe imediatamente, isto é, coloque o produto no vidro, leve ao freezer e, após o produto estar congelado, tampe hermeticamente. Os líquidos se expandem ao ser congelados, e, se o vidro estiver tampado durante o processo de congelamento, ele certamente irá quebrar.
  • Se descongelar determinado produto, este não poderá ser congelado novamente. Portanto, deve ser consumido imediatamente.
  • O descongelamento dos alimentos deve ser feito na temperatura ambiente, ou através do forno de microondas.
Cuidados com o Freezer
  • O freezer nunca deve ser colocado em locais que tomem sol, que recebem muita umidade ou mesmo próximo ao calor do fogão;
  • Antes de armazenar os alimentos para serem congelados verifique se o freezer está limpo e se não contém embalagens furadas.
  • Embora o freezer possua determinada capacidade de armazenamento, os pratos a serem congelados devem ser colocados aos poucos - num freezer de 270 litros, coloque cerca de 16 kg a cada 6 horas.
Nunca Congele:
  • Ovos inteiros (crus ou cozidos), gelatina, maionese, bebida alcoólica, refrigerantes, verduras e legumes, ricota, cremes, iogurtes, doces caramelados, queijo-minas (fresco), batatas cruas e coalhadas;
  • Receitas que levam amido de milho - nesse caso, ele deve ser substituído por farinha de trigo;
  • Pratos que levem arroz misturado a outros ingredientes - Congele separadamente o arroz e os demais componentes da receita, deixando para reuni-los só depois de descongelados.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Tomates Secos feitos em casa: passo-a-passo

Escolha tomates firmes bem polpudos, preferencialmente do tipo débora.

INGREDIENTES:
1 Kg de tomates
4 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de sal
6 dentes de alho
1 xícara (chá) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de orégano
MODO DE FAZER:
1 - Misture bem o sal e o açúcar.
2 - Retire os talos dos tomates. Corte-os ao meio no sentido horizontal  e elimine as sementes. Lave bem os tomates por dentro e por fora. Seque com papel absorvente, tendo o cuidado de não machucar a polpa.    
3 - Salpique a mistura de sal e açúcar no lado de dentro das bandas dos tomates. Coloque os tomates em uma grade com a parte cortada para baixo e deixe descansar por uma hora para perder líquido.
4 - Vire os tomates deixando a parte cortada para cima e leve ao forno na temperatura de 80ºC a 90ºC;  deixe no forno por 1 e 1/2 hora. 
5 - Retire do forno, vire os tomates novamente e leve ao forno por mais 1 e 1/2 hora.
6 - Retire do forno e deixe esfriar.
7 - Faça uma mistura com o azeite, o alho cortado em fatias e o orégano.
8 - Coloque essa mistura em um vidro com tampa, e após os tomates estarem frios coloque-os na mistura e deixe algumas horas em temperatura ambiente.
9 - Estão prontos  seus tomates secos. Conserve-os na geladeira.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...