Google+

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Dicas para Fritura no Capricho

 DICAS PARA FRITURA NO CAPRICHO


São muitos  os aspectos a serem considerados para se alcançar uma fritura sequinha, crocante e douradinha.
Primeiro precisamos considerar a gordura utiizada para fritura. Aquele óleo que você usou e tornou a usar, não serve mais. ele acaba absorvendo água, sal, resíduos da(s) fritura(s) anterior e fica rançosa. Muda de cor, fica com cor escura , cheiro de ranço,  sabor ruim e tem mudança na sua viscosidade.
Alguns cuidados que você deve ter para reaproveitar  o óleo:
  • Óleo de fritura para ser reaproveitado deverá ser devidamente coado e colocado em um vidro escuro. 
  • Nunca deixe que  o óleo da fritura ultrapasse a temperatura de 200 graus;
  • Evite reutilizar excessivamente o mesmo óleo, pois a gordura libera ácidos que quando acumulados, geram cheiro desagradável e deixam os alimentos azedos;
  • Não tampe a frigideira durante a fritura, pois a fumaça quente em contato com a tampa fria gera gotas d'agua que, ao cair no óleo, promovem sua degeneração;
  • Mantenha o óleo sempre em recipiente escuro e fechado pra evitar contato com o ar, que também acelera o processo de oxidação.
Entretanto, a fritura fica melhor, se você acrescentar duas colheres de óleo já usado ao óleo novo, para que a reação entre o óleo e a água dos alimentos não seja tão brusca, isto é, para que o óleo da fritura não espirre muito. É que o óleo usado já contém substâncias que ajudam a água a se misturar parcialmente à gordura, o que não acontece com o óleo completamente novo.

Dicas para que a Fritura fique bem sequinha:
  • O óleo deve estar bem quente, aproximadamente 180ºC, pois do contrário o alimento começa a cozinhar enquanto o óleo esquenta e assim encharca;
  • Deixe os alimentos a serem fritos bem sequinhos, para evitar que o óleo espirre;
  • Alimentos muito grandes fazem a temperatura do óleo cair e pode encharcar a fritura.
  • Garanta que o alimento esteja todo submerso no óleo, para que a crosta não demore a se formar e o alimento absorva óleo demais.
  • Procure fritar alimentos empanados em gordura vegetal, fica mais sequinhos.
Coma com moderação, para não se sentir culpado, e para não engordar.

    terça-feira, 25 de maio de 2010

    Rosca Diferente

     ROSCA DIFERENTE

     Ganhei esta receita da minha cunhada, Assis, que gosta muito de culinária. Por isso costumamos trocar receitas. O diferencial desta rosca é o trigo para quibe , que dá a ela uma textura diferente. É rica em fibras, mas se você quiser que ela fique ainda com mais fibras é só trocar a farinha comum por farinha integral.


    Ingredientes:
    3 xícaras(chá) de leite morno
    2 colheres (sopa) de fermento para pão
    1 xícara (chá) farinha de trigo
    3 ovos
    5 colheres (sopa) de açúcar
    1 1/2 xícara (chá) de óleo
    1 colher (sopa) de sal
    3 colheres (sopa) de cebola ralada
    3 colheres (sopa) de hortelã pimenta, picada
    2 xícaras (chá) de trigo para quibe
    Farinha de trigo suficiente. (aproximadamente 1 Kg)
    1 ovo para pincelar.
    Modo de Fazer:
    Misture o leite, o fermento e a xícara (chá) de farinha de trigo até formar um mingau e deixe levedar. No liquidificador, bata os ovos, o açúcar, o óleo, o sal, a cebola e o hortelã. Junte esta mistura ao fermento levedado. Misture bem.
    Lave o trigo para quibe e acrescente à mistura. Vá juntando farinha de trigo pouco a pouco, sovando bem, até ficar uma massa lisa.
    Deixe descansar até dobrar de volume.
    Prepare as roscas, pincele com ovo e deixe descansar por 10 minutos. Leve ao forno pré-aquecido, até dourar. Rende aproximadamente 4 roscas.

    LinkWithin

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...